A Ponte dos Suspiros de Fernando Campos

10.00

Categoria:

Descrição

SINOPSE

Revisita do mito sebastianista pelo autor da “Casa do Pó”. Desta feita o “desafio” foi-lhe proposto por Patrick Lizé, que andava a escrever um guião para um filme e uma banda desenhada à volta do “luto impossível”. Nesta ficção, D. Sebastião surge em Veneza, 20 anos depois da Batalha de Alcácer Quibir, onde se suponha ter morrido ou desaparecido, magro, quase um cadáver, “o homem mais desgraçado que jamais se viu”, para contar ao arcebispo de Espálato o que passara nesses 20 anos, pedindo-lhe para ser recebido pelo papa e reconhecido como legítimo rei de Portugal, aonde deveria voltar para retomar o trono do qual fora esbulhado pelos espanhóis.

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«… tem esta obra, A Ponte dos Suspiros, de Fernando Campos o mérito inestimável de, à semelhança de outros trabalhos do mesmo autor, nos devolver à nossa realidade, ao nosso passado como nação e, consequentemente, nos convidar a uma reflexão sobre o que de facto constitui a nossa personalidade própria e distinguir-nos entre os demais povos…»
A Capital


Produtos exclusivos

Categoria especial de produtos