Religião

Eugénia Kraft

15.00

CONTACTE-NOS










    Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

    Eugénia Kraft percorre, nas páginas de um diário, os exigentes passos da vida nos seus encontros e desencontros. Trata-se de uma história de recomeços, numa reelaboração de camadas de sentido.

    «Tenho sempre dificuldade em responder à pergunta sobre o “tema” do livro. De que trata, afinal? Bem, não sei se há um “tema” mas, na minha cabeça, a Eugénia Kraft trata de sabermos recomeçar, trata da vida quando ela vai a meio e trata sobretudo do difícil encontro entre a fé e a razão. Penso que qualquer bom recomeço na vida tem de partir de um abraço entre a fé e a razão. A razão dá-nos sentido crítico, mas a fé abre-nos o coração a algo maior que nós mesmos. Creio que sem um qualquer destes lados (sem a fé ou sem a razão) a vida fica coxa e arrogante. Mas também estou convencido de que não há abraço entre os dois enquanto cada um não deixar o seu autoconvencimento e mania da superioridade e não aceitar “morrer” um pouco para deixar espaço ao outro»

    Partilhe
    Categoria: Etiqueta: