Beau, Um Amigo para Todas as Horas de Anna Quindlen

6.00

Categoria: Etiqueta:

Descrição

Beau, Um Amigo para Todas as Horas

de Anna Quindlen

 

A vida de um cão bom é como a vida de uma pessoa boa, apenas mais breve e mais compacta», afirma Anna Quindlen, vencedora do Prémio Pulitzer, sobre o seu querido Labrador retriever preto, Beau. De uma forma muito sua, cheia de sabedoria e humor, Quindlen reflecte sobre o modo como a sua vida se desenrolou paralelamente à de Beau e fala-nos das lições que aprendeu observando-o: a aparar os golpes da vida; a aceitar as coisas como elas surgem; a pensar no presente, e não em termos de passado e futuro; a erguer o nariz no ar, pelo menos metaforicamente, e dizer «aqui há gato!»

Sobre o cão que em tempos tivera reflexos rápidos mas perdera essa capacidade, Quindlen recorda: «Chegou uma altura em que se lhe atirássemos um pedaço de comida, o mais provável era que não o visse sequer. Mas se puséssemos um lombo de porco a assar no forno, ele ainda começava a arfar como um anónimo numa chamada telefónica obscena. A visão e a audição podiam ter desaparecido, mas o faro era eterno. E a cauda, a cauda ainda se agitava, ainda que apenas a meia haste. ‘Quando parar’, pensei mais do que uma vez, ‘nós saberemos.’»

Comovente e agridoce, Cão bonito. Vem à dona., constitui uma homenagem sentida a um amigo leal e muito amado e oferece-nos uma lição de vida sobre os nossos familiares de quatro patas: por vezes, um cão velho tem coisas novas para nos ensinar.



Produtos exclusivos

Categoria especial de produtos